Esteja Atento em 2021: 7 Tendências de Marketing Digital a Não Ignorar

Esteja Atento em 2021: 7 Tendências de Marketing Digital a Não Ignorar

Sem dúvida que uma boa parte das tendências de Marketing Digital que irão arrebatar 2021 vêm em boa parte do impacto da COVID-19 em 2020. Os hábitos dos consumidores sofreram alterações significativas, assim como diversos processos de trabalho de várias organizações. Parecendo que não o que marcou 2020 será o fio condutor do Marketing Digital como o conhecemos em 2021. A wisdom IGNITE vai-lhe revelar algumas das tendências digitais a que deve ficar atento neste novo ano.

Sem dúvida que as nossas vidas mudaram radicalmente com a pandemia do Coronavírus. Ironicamente, as pessoas tiveram que se adaptar ao distanciamento social, enquanto que as empresas tiveram que trabalhar na sua aproximação ao digital. Estas são algumas das mudanças a esperar neste ano de 2021, graças às tendências de marketing digital que se estão a mostrar cada vez mais evidentes.

As 7 Tendências de Marketing Digital que irão ter influência na sua estratégia em 2021

Maior Humanização das Marcas

A emoção é sem dúvida um dos elementos de peso que tem sido bastante estudado no Marketing Digital. A era da pandemia COVID-19 revelou que este fator consegue ter mais peso do que imaginamos em ações publicitárias e não só.

Houveram grandes perdas com a COVID-19 a nível humano, financeiro e emocional. Nesse sentido, as marcas que se aperceberam da importância da emoção aliada ao storytelling conseguiram criar ligações mais fortes com os seus seguidores e potenciais clientes. As marcas de propósito e valores relevantes continuarão a ser aquelas a criar verdadeiras ligações emocionais com os clientes.

Crescimento do Tik Tok

O Tik Tok foi das redes sociais que mais cresceu durante a pandemia. Em 2020 conseguiu subir radicalmente de posição no ranking das redes sociais, sendo a 6ª mais utilizada. Foi ainda a app mais descarregada nesse ano (mais de 2.000 milhões de vezes).

Pode não ser uma rede social indicada para todos os tipos de negócios, mesmo assim é uma tendência que deve manter debaixo de olho em 2021. No que toca ao público que mais frequenta a rede social, a faixa etária é jovem. Os maiores utilizadores desta aplicação situam-se entre os 16 a 30 anos de idade.

Por isso, averiguar o algoritmo do Tik Tok e compreender como conseguir criar presença viral lá será um desafio interessante. No caso do seu negócio ser da área do entretenimento, beleza ou lifestyle, poderá ser uma boa hipótese de conseguir chegar a público novo.

Maior uso do UGC nas estratégias digitais

UGC significa User Generated Content (conteúdo gerado por utilizadores, em tradução livre). Já em jornalismo era uma estratégia à qual os media recorriam, no entanto, outros tipos de negócios também se começaram a aperceber do poder dos conteúdos de internautas comuns.

Isto porque as pessoas comuns tendem em confiar em conteúdos vindos de pessoas igualmente comuns. Além dos microinfluenciadores, poderemos também mencionar a noção de nanoinfluenciadores. Tratam-se de pessoas com pequeno alcance, mas grande poder de influência pela sua proximidade para com uma amostra de pessoas.

Exemplos de uso de UGC incluem: repost de instastories de seguidores, desafios no Tik Tok, partilha de avaliações positivas de clientes, ou até a criação de grupos de debate.

Popularização de conteúdos interativos

Provavelmente deve estar a pensar que a popularidade de conteúdos interativos não é novidade. No entanto, este tópico refere-se ao sucesso em usar a interatividade para conseguir maior envolvimento humano de seguidores, leads e potenciais clientes nas suas atividades.

Elementos como inquéritos, ebooks, infográficos ou vídeos interativos são alguns dos ingredientes que compõem esta combinação. No meio de uma infinidade de conteúdos online tente fazer sempre que os seus se destaquem: a interação nesse sentido pode ser uma grande aliada.

Maior aposta em Agile Marketing

Se houve elemento ao qual várias empresas se viram desafiadas foi à sua capacidade de resposta perante o “novo normal”. Ou seja, a criação de novas regras ou métodos de comunicação adaptados à era dominada pela pandemia. É nesse sentido que apresentamos o conceito de Agile Marketing, ou seja, a agilidade de dar respostas rápidas ao mercado, ao invés de seguir planos de forma cega. Prepare-se para se adaptar o mais rapidamente possível a novas normas de “normal”: isso será um passo decisivo no futuro do seu negócio.

Maior foco em dados e performance de conteúdo

Sim, ainda há muitas empresas que deixam de parte um aspeto fulcral que pode ajudar a orientar as suas ações: a análise de dados. O Marketing de Conteúdo deve ser sobretudo guiado por objetivos que ajudem a assegurar que uma marca ou empresa está no caminho certo para o sucesso.

Não dê tanta prioridade à quantidade em detrimento da qualidade. Isto pode estar a afastá-lo da possibilidade de chegar ao seu cliente ideal. Por isso trate de adotar o marketing data-driven (marketing orientado por dados) na sua lista de boas práticas.

Valorização crescente das experiências em tempo real

Mais uma vez relembramos o tipo de impacto que a pandemia teve sobretudo nas relações humanas. Ou seja o quanto o distanciamento social e o medo de contágio levaram a que várias pessoas sentissem a falta de experiências humanas em tempo real.

Essa é uma das principais razões pelas quais os lives se tornaram em conteúdos populares e até virais nas redes sociais. Permitiram a criação de ligações humanas em tempo real e providenciavam o contacto humano do qual sentimos a falta. Aposte em experiências que permitam uma maior interação com o público e terá resultados surpreendentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.